segunda-feira, 29 de janeiro de 2018

“Vai para casa, para junto dos teus e anuncia-lhes tudo o que o Senhor, em sua misericórdia, fez por ti”


4ª Semana do Tempo Comum - Segunda-feira
Primeira Leitura (2Sm 15,13-14.30;16,5-13a)
Responsório (Sl 3)
Evangelho (Mc 5,1-20) 

1.Na primeira leitura contemplamos um episódio extremamente triste: o Rei Davi é perseguido de morte por seu próprio filho, Absalão. Vemos um rasgo, uma profunda fresta na instituição familiar; não apenas isso, Davi, perseguido por seu filho ainda é caluniado e injuriado por Semei, entretanto, suporta com paciência e resignação, clamando ao Senhor misericórdia. 

O mal que caiu sobre a casa Davi pode vir a cair sobre cada um de nós; não alimentemos ilusões de que a vida familiar há de ser sempre, tal qual, comercial de margarina, mas antes agradeçamos ao Senhor pela paz que gozamos, e rezemos para que ele sustente a nós e nossos familiares no tempo da provação.

2.No santo Evangelho, Cristo se confronta com o possesso de Genesaré, libertando-o de uma legião de demônios. Após a libertação, lemos que: <Enquanto Jesus entrava de novo na barca, o homem que tinha sido endemoninhado pediu-lhe que o deixasse ficar com ele. Jesus, porém, não permitiu. Entretanto, lhe disse: “Vai para casa, para junto dos teus e anuncia-lhes tudo o que o Senhor, em sua misericórdia, fez por ti”.(Mc 5, 18-19)>; o homem queria estar com Jesus, tornar-se um clérigo e viver a seu serviço, todavia não era esta sua vocação; mas não é preciso ser padre para seguir a Cristo, ou bendizer ao Senhor; Cristo ordena ao homem que anuncie aos seus as maravilhas que o Senhor fez em sua vida. Eis uma importante lição, sobretudo para nós leigos, neste ano do Laicato: <“Vai para casa, para junto dos teus e anuncia-lhes tudo o que o Senhor, em sua misericórdia, fez por ti” (Mc 5, 19b)>.

Nenhum comentário:

Postar um comentário