domingo, 21 de janeiro de 2018

Da Estudiosidade e o vício oposto: a Curiosidade


Que entendeis por estudiosidade, segunda virtude anexa à temperança, sob a influência da modéstia?
A que preside e modera a afeição ao estudo e ao desejo de saber (CLXVI, 1).

Como se chama o vício oposto?
Curiosidade (CLXVII).

Em que consiste?
No desejo imoderado de saber o que nos não interessa, ou o que nos pode ser prejudicial (CLXVII, 1, 2).

Comete-se este pecado com muita freqüência?
Sim, Senhor; quer na aquisição de toda classe de conhecimentos, quer na daqueles que só podem servir para procurar prazeres para os sentidos e fomentar as paixões (Ibid).

Logo, é pecado de curiosidade a afeição desmedida à leitura, sobretudo à leitura de novelas e romances, o assistir a festas profanas e espetáculos como teatros, cinematógrafos e outros do mesmo gênero?
Sim, Senhor; e costuma ser também pecado de luxúria e sensualidade. 

R. P. Tomás Pègues, O. P. - A Suma Teológica de Santo Tomás de Aquino em forma de Catecismo;; Segunda Parte - O Homem procede de Deus e para Deus deve voltar; Segunda Secção: Estudo concreto dos meios que o homem deve empregar para voltar para Deus.; LV - Da Estudiosidade. - O vício oposto: a curiosidade

Nenhum comentário:

Postar um comentário