quarta-feira, 26 de setembro de 2018

''Não me dês nem a pobreza, nem as riquezas, dá-me somente o que for necessário"


25ª Semana do Tempo Comum - Quarta-feira 
Primeira Leitura - Pr 30,5-9
Responsório Sl 118 (119),29. 72. 89. 101. 104. 163 (R. 105a)
Evangelho - Lc 9,1-6 

1. A prece do livro dos Provérbios é sinal de contradição, sobretudo neste mundo capitalista materialista e idólatra. Diz a Escritura: <Afasta de mim a vaidade e as palavras mentirosas, não me dês nem a pobreza, nem as riquezas, dá-me somente o que for necessário para viver; para que não suceda que, estando saciado, eu te renegue e diga: Quem é o Senhor? Ou que, constrangido pela pobreza me ponha a furtar, e perjure o nome de Deus. (Pr 30, 8-9)>. Em um mundo onde se idolatram as riquezas, onde desde cedo somos educados a buscar a fortuna a todo custo, a Escritura nos ensina a temer o dinheiro em demasia. Uma vez saciados, uma vez inebriados pela fortuna, estamos correndo risco de nos esquecer de Deus, de nos entregar aos prazeres do mundo, a soberba da vida, ao orgulho infernal. Olhemos para os grandes deste mundo, os ricos e famosos, pensemos o quanto seu comportamento se distancia das leis eternas, quantas vezes agem de forma vil e escandalosa, abusando de drogas, destruindo-se na luxúria, sacrificando a sua vida e a de muitos na busca de ainda mais dinheiro e poder. Pensemos em como a apostasia das nações é precedida por tempos de insana prosperidade. A fortuna, o dinheiro em demasia, é uma grande tentação. A miséria igualmente: quando falto-nos o essencial, somos tentados ao furto, ao roubo e a inveja.

Em nossa relação com o dinheiro, pensemos em nossa alma. Não façamos da moeda um ídolo, lembremo-nos que de nada vale o conforto e o luxo neste lugar de desterro quando acompanhado do castigo na eternidade.

2. Hoje também celebramos a memória dos mártires Cosme e Damião, homens que deram a vida por amor a Cristo. Preferiram morrer do que cair na idolatria e adorar aos falsos deuses pagãos. Infelizmente, nosso povo brasileiro profana a memória destes santos irmãos pela prática de macumbarias e sincretismos. 

Que por intercessão de São Cosme e São Damião, Deus nos livre da lepra do paganismo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário