segunda-feira, 6 de maio de 2019

Não se defende a verdade por meio da mentira


3ª Semana da Páscoa - Segunda-feira
Primeira Leitura (At 6,8-15)
Responsório (Sl 118,23-30)
Evangelho (Jo 6,22-29)

1. Na primeira leitura, extraída do livro dos Atos dos Apóstolos, vimos um pouco da saga de Estevão. O Espírito Santo lhe dava sabedoria, com a qual disputava com os judeus no que diz respeito as verdades de Fé, mas os judeus trapaceiros, incapazes de lhe vencer, recorrem a falsos testemunhos para incriminá-lo. Pode ser que nós, hoje, não estejamos a resistir a santos inspirados pelo Divino Espírito, mas quão triste é ver que tantas vezes, derrotados em disputas intelectuais, irmãos recorrem a falsos testemunhos contra seu adversário. Que Deus nos dê as graças para resistir a este tipo de tentação, não se defende a verdade por meio da mentira!

2. No santo Evangelho, quando interrogado pela multidão a respeito das obras que são do agrado de Deus, <Jesus respondeu e disse-lhes: A obra (do agrado) de Deus é está: Que acreditais naquele que ele enviou (Jo 6,29)>. Sim, a Fé é a primeira das obras, sem a Fé, a fé verdadeira, é impossível agradar a Deus. Todavia, crer ainda não é o suficiente, não basta crer no escondido, ter uma fé oculta, é preciso de a coragem de confessá-la, testemunhá-la, conforme nos ensina o Catecismo Romano:
(...) Quem diz "Creio" exprime a íntima aquiescência da alma, que é o ato interior da fé. Deve, porém, externar com pública profissão a fé que lhe vai na alma, e manifestá-la com a maior expansão de alegria.

Devem os fiéis estar possuídos daquele espírito que levou o Profeta a dizer: "Eu tinha fé, por isso é que falei". Força lhes é imitar os Apóstolos que aos príncipes do povo responderam: "Não podemos silenciar o que vimos e ouvimos" .

Devem entusiasmar-se com a grandiosa declaração de São Paulo: "Não me envergonho do Evangelho, pois é uma virtude de Deus para salvar todo homem crente" ou também, com esta outra palavra: "com o coração se crê para ser justificado; com a boca se faz confissão, para que haja salvação".

Nenhum comentário:

Postar um comentário