quarta-feira, 18 de setembro de 2019

Aventuras Selvagens

24ª Semana do Tempo Comum - Quarta-feira
Primeira leitura (1Tm 3,14-16)
Responsório (Sl 110)
Evangelho (Lc 7,31-35)

<Grandes são as obras do Senhor (Sl 110, 2b)>; é o que hoje se canta na liturgia junto ao salmista. Mas, até que ponto essa admiração é sincera? Em um mundo onde tantos vivem enfurnados nas cidades, longe da Criação, distante da imensidão do mar, da magnanimidade das montanhas, da beleza da fauna, dos aromas das flores; onde, não raro a iluminação urbana ofusca a luz das estrelas, e pouca atenção dedicamos observar a lua e os planetas; que grau de sinceridade há em nosso canto? Quantos de nós, de facto, estamos a contemplar as grandes obras do Senhor? E não fiquemos apenas nas maravilhas da criação, pensemos também nas grandes catedrais, na vida dos santos? Quantos destes homens e mulheres grandiosos não caminham sobre a terra, não seria algo sublime ter a graça de conhecê-los ainda em vida?

Há tanta gente buscando “reformar o mundo”, outros tantos se esforçam por “salvar o planeta”, e perdem tanto tempo em seus devaneios, em seu heroísmo de sofá, que se furtam desta grande aventura que se mostra ante nossos olhos, a missão de explorar o mundo, passear por sobre o jardim no qual estamos instalados. Já é tempo de nos afastarmos dessa poltronice e vivermos algumas aventuras selvagens!

Nenhum comentário:

Postar um comentário