quinta-feira, 30 de abril de 2020

Como poderei entender, se não houver alguem que mo explique?


3ª Semana da Páscoa | Quinta-feira
Primeira Leitura (At 8,26-40)
Salmo Responsorial (Sl 65)
Evangelho (Jo 6,44-51)

E correndo logo Filippe, ouvio que o Eunuco lia no Profeta Isaias, e lhe disse: Crês por ventura que entende o que estás lendo?
Elle lhe respondeo: Como poderei entender, se não houver alguem que mo explique? E rogou a Filippe que montasse, e se assentasse com elle. (At 8, 30-31)

O diálogo entre Felipe e o eunuco ecoa e se repete pelos séculos sem fim. Mais do que nos tempos de outrora, a Sagrada Escritura está acessível, seja em edições de bolso ou versões digitais, em línguas diversas, isto sem falar que hoje o índice de alfabetização cresceu admiravelmente. Tantos e tantos homens estão a ler a Bíblia, mas se encontram na mesma situação do Eunuco, leem mas não a compreendem, pois não há quem lhes explique.

E a quem cabe explicar as Escrituras? A Igreja. Mais especificamente a Igreja docente. A este respeito, recordemos o que diz o Catecismo Maior de São Pio X:

179) Há alguma distinção entre os membros que compõem a Igreja?
Entre os membros que compõem a Igreja há distinção muito importante, porque há uns que mandam, outros que obedecem, uns que ensinam, outros que são ensinados.

180) Como se chama a parte da Igreja que ensina?
A parte da Igreja que ensina chama-se docente, ou ensinante.

181) E a parte da Igreja que é ensinada, como se chama?
A parte da Igreja que é ensinada chama-se discente.

182) Quem estabeleceu esta distinção na Igreja?
Esta distinção na Igreja estabeleceu-a o próprio Jesus Cristo.

183) A Igreja docente e a Igreja discente são, pois, duas Igrejas distintas?
A Igreja docente e a Igreja discente são duas partes distintas de uma só e mesma Igreja, como no corpo humano a cabeça é distinta dos outros membros, e, não obstante, forma com eles um corpo só.

184) De que pessoas se compõe a Igreja docente?
A Igreja docente compõe-se de todos os Bispos (quer se encontrem dispersos, quer se encontrem reunidos em Concílio), unidos à sua cabeça, o Romano Pontífice.

185) E a Igreja discente, de que pessoas é composta?
Á Igreja discente é composta de todos os fiéis.

186) Quais são as pessoas que têm na Igreja autoridade de ensinar?
Os que têm na Igreja o poder de ensinar são o Papa e os Bispos e, sob a dependência destes, os outros ministros sagrados.

187) Somos obrigados a ouvir a Igreja docente?
Sim, sem dúvida, somos todos obrigados a ouvir a Igreja docente, sob pena de condenação eterna, porque Jesus Cristo disse aos Pastores da Igreja, na pessoa dos Apóstolos: Quem vos ouve, a Mim ouve, e quem vos despreza, a Mim despreza.

188) Além da autoridade de ensinar, tem a Igreja mais algum poder?
Sim, além da autoridade de ensinar, a Igreja tem especialmente o poder de administrar as coisas santas, de fazer leis e de exigir a sua observância.

189) Virá do povo o poder que têm os membros da hierarquia eclesiástica?
O poder que têm os membros da hierarquia eclesiástica não vem do Povo, e seria heresia o dizê-lo: vem unicamente de Deus.

190) A quem compete o exercício destes poderes?
O exercício destes poderes compete unicamente ao corpo hierárquico, isto é, ao Papa e aos Bispos a ele subordinados.

Quão triste é, porém, quando é escasso o clero. Tanto mais triste quando este mesmo clero não é bem bem preparado, quando não conhece em profundidade as Sagradas Escrituras, antes perdendo tempo em tantas tolices.

O padre existe para celebrar os sacramentos e explicar a sã doutrina ao povo. É esta a essência do sacerdócio. Não é para fazer politicagem, não é para ser animador de auditório, diplomata interreligioso ou artista de TV.

Tivéssemos nós um clero zeloso e santo, esta nação não estaria entregue a balbúrdia das seitas protestantes. Tivesse o povo quem lhes explicasse as escrituras, nossos costumes não o seriam tão repugnastes. Mas, a culpa é também nossa, de nós leigos que negligenciamos nosso dever de oração pelo clero.

Se não houver alguma mudança, estas terras tropicais hão de retornar a barbárie dos tempos primitivos. Uma terra de ignorância e selvageria. Que Deus tenha misericórdia desta nação!

Nenhum comentário:

Postar um comentário