terça-feira, 7 de julho de 2020

Constituíram reis sem minha aprovação, e chefes sem meu conhecimento


14ª Semana do Tempo Comum | Terça-feira
Primeira Leitura (Os 8,4-7.11-13)
Salmo Responsorial (Sl 113B)
Evangelho (Mt 9,32-38)

1. A democracia, sobretudo a democracia liberal, é um regime terrível. Acaba por mimar em demasia o povo, alimentando em demasia o orgulho do ''cidadão'', hipertrofiado em direitos, anoréxico em deveres.

Até que consigamos mudar o regime (se é que algum dia consigamos), resta-nos porém tentar manter nossa sanidade, adequando nosso pensar a visão real de povo e autoridade. Na primeira leitura, extraída do livro do profeta Oseias, entre as múltiplas repreensões que Deus faz Israel, encontramos o seguinte trecho: <Constituíram reis sem minha aprovação, e chefes sem meu conhecimento (Os 8, 4a)>. O povo não tem o poder de constituir chefes por si mesmo a revelia de Deus. O poder não emana do povo, como afirma erroneamente a constituição brasileira, mas antes de Deus. Ainda que seja lícito a plebe eleger alguém para liderá-los, este precisa ser apresentado a Deus. Não governamos nações, mas pode ser que tenhamos algum clube ou empresa, procuremos ter em vista a tradicional ideia de autoridade e sempre que for o caso de nomear um novo líder, que este seja apresentado a Deus em oração.

2. O Evangelho também trata das relações entre o povo e a autoridade, desde uma perspectiva ainda mais pura e espiritualista. Trata da autoridade espiritual, das vocações sacerdotais, e ensina-nos a rezar pelas vocações. Devemos fazê-lo sempre, devemos pedir a Deus por pastores para cuidar de seu rebanho. Que essa seja de modo especial nossa intenção no dia hoje durante as orações cotidianas, e que pelas vocações ofereçamos hoje a récita do Santo Terço.

Oração pelas Vocações
Senhor da Messe, Pastor do Rebanho,
Faz ressoar em nossos ouvidos
Teu forte e suave convite:
“Vem e segue-me!”
Derrama sobre nós o Teu Espírito,
Que Ele nos dê sabedoria
Para ver o caminho,
E generosidade para seguir Tua voz!

Senhor, que a messe não se perca
Por falta de operários!
Desperta nossas comunidades para a Missão!
Ensina nossa vida a ser serviço!
Fortalece os que querem dedicar-se ao Reino
Na vida consagrada e religiosa!

Senhor, que o Rebanho não pereça
Por falta de Pastores!
Sustenta a fidelidade de nossos bispos,
Padres, diáconos e ministros!
Dá perseverança a nossos seminaristas!
Desperta o coração de nossos jovens
Para o ministério pastoral em Tua Igreja!

Senhor da Messe e Pastor do Rebanho,
Chama-nos para o serviço de teu povo.
Maria, Mãe da Igreja, modelo dos servidores do Evangelho,
Ajuda-nos a responder: “SIM”. Amém.

Nenhum comentário:

Postar um comentário