quarta-feira, 26 de agosto de 2020

Senpai


21ª Semana do Tempo Comum | Quarta-feira
Primeira Leitura (2Ts 3,6-10.16-18)
Salmo Responsorial (Sl 127)
Evangelho (Mt 23,27-32)

<Nem comemos de graça o pão de algum, antes com trabalho, e fadiga, trabalhando de noute e de dia, por não sermos pezados a nenhum de vós. (2Ts 3 ,8)>

O trecho em questão, extraído da primeira leitura da liturgia de hoje, tem primariamente um significado bem concreto. Diz respeito ao sustento material, cada qual deve esforçar-se por pagar as próprias contas, afim de não ser pesado a ninguém. Mas, não é apenas a vida material um peso aos irmãos. O desequilíbrio emocional é outro. A caridade nos manda auxiliar os irmãos, mas há alguns que se acomodam, seja em sua situação material, seja em sua situação emocional e espiritual, e não buscam melhorar. Gostam da posição de vítima, da perspectiva da criancinha a tudo receber dos seus superiores, sendo-lhes um peso...

Meu irmão, há um momento em que tem de caminhar por suas próprias pernas, que ao invés de apenas sugar os demais, tem que começar a contribuir com eles e ajudar os outros. Usando uma expressão do idioma japonês, hora ou outra todos devemos nós tornar ''senpai'' .

Nenhum comentário:

Postar um comentário