quinta-feira, 15 de outubro de 2020

''Mandar-lhes-hei Profetas, e Apóstolos, e elles darão a morte a huns, e preserguirão a outros''


28ª Semana do Tempo Comum | Quinta-feira
Primeira Leitura (Ef 1,1-10)
Salmo Responsorial (Sl 97)
Evangelho (Lc 11,47-54)

<Por isso também disse a Sabedoria de Deos: Mandar-lhes-hei Profetas, e Apóstolos, e elles darão a morte a huns, e perserguirão a outros (Lc 11, 49)>

A antiga Israel perseguiu apóstolos e profetas enviados por Deus. Embora desejássemos nós que a nova Israel ficasse isenta deste erro, por vezes ocorre que os doutores da lei, o clero, a hierarquia venha a perseguir homens santos e inspirados por Deus. Não queimaram Santa Joana D'Arc? Não excomungaram  Dom Lefebrve? O professor Orlando Fedeli não foi perseguido, caluniado - até hoje existe um site iníquo que o designa como "o Lutero do Brasil'' - e impedido de palestrar em muitas dioceses? Não estou a canonizar ninguém, mas é óbvio que nem sempre a vontade de hierarquia, que nem sempre as ordens dos superiores, estão alinhadas a vontade de Deus, como constatou Monsenhor Viganó.

A Igreja é santa em sua doutrina, santa em seus sacramentos e santa em muitos de seus membros. Mas é formada por pecadores, grandes e pequenos. Há o joio e o trigo, há tanto quem erra por fraqueza quanto por malícia. O clero, o alto clero, por mais admirável e santo que seja seu ministério, não está livre do pecado original e suas funestas consequências pessoais e sociais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário