terça-feira, 29 de dezembro de 2020

"Aquelle que diz que está nelle, deve também ele mesmo andar, como elle andou."


5º Dia na Oitava do Natal | Terça-feira
Primeira Leitura (1Jo 2,3-11)
Salmo Responsorial (Sl 95)
Evangelho (Lc 2,22-35)

"Aquelle, que diz que está nelle, deve também ele mesmo andar, como elle andou. (1Jo 6,11)"

Em tempos de perseguição, pregar o evangelho é perigoso, mas em tempos onde esta não é tão forte, tal ofício traz relativo prestígio. Em tais períodos é mais frequente a pandemia de falsos apóstolos e pseudopregadores. Na primeira leitura de hoje temos alguns critérios para o discernimento. Em primeiro lugar só é verdadeiro seguidor de Cristo quem se esforça por seguir os mandamentos. Certa coerência de vida é fundamental. Em segundo lugar temos o viver como Jesus vivia, a Imitação de Cristo. A um leitor desatento pode parecer a mesma coisa, mas não é. Nos mandamentos temos a Lei, na vida de Cristo a caridade. Há na vida terrena de nosso Senhor muitas escolhas, digamos assim, pessoais, que vão muito além do que prescreve Lei: o viver a pobreza, a mansidão, a atenção aos pobres, o zelo pelas almas, o dar a vida em favor de muitos.... Isso não está nas Tábuas dadas a Moisés, mas na vida de Cristo. Todavia, não raro, nos contentamos só com a Lei, queremos praticar o mínimo necessário. É o suficiente para nossa salvação? Sim é... Não vamos para o inferno se seguirmos os mandamentos, embora imagino que ainda temos alguns débitos a serem pagos no purgatório. O ir além da Lei (sem, contudo, de maneira alguma violá-la), a caridade, ajuda-nos a saldar parte dessa dívida aqui na terra. Mas, não só por "contabilidade" que deveríamos imitar a Nosso Senhor Jesus Cristo, mas devíamos almejar a santidade e a perfeição por amor. Que bom seria se todos os predadores não fossem apenas "bons burocratas" e "homens da lei" mas gente apaixonada por Jesus Cristo. A paixão (bem ordenada) é uma espécie de combustível que abastece os heróis. E herói é aquela pessoa que vai ultrapassa da linha do medíocre, que faz mais que o necessário. Conseguimos ainda almejar isso? Que Deus nos ajude...

Nenhum comentário:

Postar um comentário