sexta-feira, 16 de abril de 2021

Por que / Porque / Por quê / Porquê


1) Por que / Porque / Por quê / Porquê

A forma por que pode ser uma locução adverbial interrogativa de causa quando equivale a “por qual razão/motivo’ ou ‘a razão pela qual”. Pode aparecer em frases interrogativas diretas (com o sinal “?”) e indiretas (sem o sinal “?”). 

Por que você fez isso?

– Juro que eu não sei por que eu fiz isso.

A forma por que pode ser apenas a combinação da preposição “por” + o pronome indefinido “que”, equivalendo a “por qual”.

– Começo a entender por que motivo você fez isso.

A forma por que pode ser apenas a combinação da preposição ‘por’, exigida por um termo + a conjunção integrante “que”.

– Eu sempre ansiei por que você me explicasse o motivo.

A forma por que também pode ser a combinação da preposição “por” + o pronome relativo “que”, equivalendo a “pelo qual” (e variações).

– O motivo por que você fez isso não é mais surpresa para ninguém.

A forma porque pode ser uma conjunção explicativa ou causal (equivalendo a pois, visto que, já que, etc.); para alguns gramáticos, como Luiz A. Sacconi, Pasquale C. Neto, Ulisses Infante etc., pode ser também uma conjunção final (equivalendo a “para que”).

– Você fez isso porque (pois) queria dinheiro, não é?

– Só fiz isso porque (para que) conseguisse dar-me bem, até porque (pois; ignore o “até”) sou merecedor.

Cuidado!!!

Em frases interrogativas diretas, a banca vai tentar influenciar você a marcar o uso de por que (separado, sem acento). Não caia nessa. Analise com calma a questão, pois, mesmo em frases interrogativas diretas, podemos usar a forma porque. Veja só um caso: “Será porque ele viajou mais de 20 horas na classe econômica que está cansado?”. Observe que a substituição por “pois” não seria suficiente para batermos o martelo, até porque ia ficar estranha a frase: “Será pois (?!) ele viajou mais de 20 horas na classe econômica que está cansado?”. Como analisar, então, a frase “Será porque ele viajou mais de 20 horas na classe econômica que está cansado?”. Ignore o verbo ser + que, que formam uma expressão expletiva (de realce), e a frase ficará assim, na ordem direta: “Ele está cansado porque (= pois) viajou mais de 20 horas na classe econômica?”. Percebe que a forma porque está certíssima? Cuidado!!!

A forma por quê pode ser usada antes de pausa representada por sinal de pontuação, em fim de frase ou isolada.

– Agora você soube por quê, certo?

– Sem seu esclarecimento, nunca entenderia por quê.

Por quê?

A forma porquê é um substantivo e vem comumente acompanhada de um determinante (artigo, pronome, numeral ou adjetivo/locução adjetiva). Esta “regrinha” anula a anterior, ou seja, por mais que a expressão esteja em fim de frase ou antes de pontuação, se vier acompanhada de determinante, será escrita “junto com acento”. Pode ir ao plural, uma vez que se trata de um substantivo.

– Preciso que você me explique pelo menos mais dois porquês, ok?

– Só vou dar este porquê a você; já o porquê de verdade não lhe cabe saber.

- Fernando Pestana. A Gramática para concursos Públicos; 166-167.


***

EXERCÍCIOS

1. CESPE – HEMOBRÁS – Analista de Gestão Corporativa – Administrador – _____ você não resolveu todas as questões da prova? Creio que é _____ você não sabe o _____ das regras.

a. Porque-porque-porquê
b. Por que-porque-porquê
c. Por que-por que-porquê
d. Porquê-por que-por quê
e. Por quê-porquê-por que

2. Assinale a sequência que preenche corretamente as lacunas. “Todos os cidadãos devem saber __________ o Poder Legislativo está assim. Estamos instalando novos computadores, é um momento de transição, eis o _____________”

a. por que – porquê;
b. porque – por quê;
c. porquê – por que;
d. por que – porque.

3. CETRO – TRANSPORTADORA BRASILEIRA GASODUTO BOLÍVIA-BRASIL 

Assinale a alternativa incorreta em relação ao uso do “porque”.

a. Todos sabem o porquê da confusão, mas preferem ficar calados.
b. Não sabemos por que a nova contratação ainda não foi feita.
c. Foram tiradas todas as novas publicações. Por quê?
d. Não querem que falem sobre o assunto por que ainda é doloroso para todos.
e. Por que há um certo mistério em relação à contratação de novos funcionários?

4. Assinale a opção em que o vocábulo entre parênteses preenche corretamente a lacuna correspondente.

a. Não se punem os malfeitores ________ não se dispõe de um Código Penal atualizado? É nada! (porque)
b. Essa questão requer indagar-se preliminarmente ________ não se derrubou ainda a inflação, no Brasil. (porque)
c. Pergunta-se, para começar, o ________ de tanto barulho. (por quê)
d. Não se fará mudança ________ não foi votada uma nova Constituição? O que se quer é empurrar com a barriga. (por que)
e. Todos sabem, aqui no Brasil, ________ não se punem os bandidos graúdos. (porque)

5. Assinale a frase gramaticalmente correta.

a. Não sei por que discutimos.
b. Ele não veio por que estava doente.
c. Mas porque não veio ontem?
d. Não respondi porquê não sabia.
e. Eis o porque da minha viagem

6. Complete, usando por que / por quê / porque / porquê.

1) Pense nos ideais ________ batalhamos há tanto tempo.
2) Eles não vieram à reunião, ________?
3) Não sei ________ faltaram, mas sei o ________ da minha raiva.
4) Ainda vou descobrir o ________ dessa polêmica.

a. por que – por quê – por que – porquê – porquê
b. porque – porquê – porque – por quê – por quê
c. por que – por quê – porque – porquê – porquê
d. porque – porque – por que – porquê – por quê
e. porque – porque – porque – porque – porque

7. (Prova: FUNRIO – MPOG – Agente Administrativo) “- Lembra por que o senhor me contratou? Porque eu era o servidor publico perfeito.” Marque a opção em que se deve usar, à semelhança do fragmento acima, “por que” e “porque”:

a. Andar isso tudo ______? / Não se sabe o ______ daquela atitude.
b. Não veio ______ não quis? / Sei muito bem ______ ele se foi.
c. Não sei ______ ele não quer sair. / Não fui ______ tenho que estudar.
d. Diga-me um ______ para continuar aqui. / Vou de metrô ______ demora menos.
e. Queria saber ______ ele saiu. / Qual é o ______ agora?

8. Qual é a frase que está escrita incorretamente?

a. Por que você não me ajudou ontem?
b. Diga-me o porquê de você não ter me ajudado ontem.
c. Nunca saberei porquê você não me deu aquele jogo.
d. Ele era gordo porque só comia doce.
e. Porque era gordo, ninguém acreditava que emagreceria.

9. Marque a alternativa que corresponde às lacunas da frase: “Me diz, ___ você não tira férias? Me dê um ___! É que toda vez que pergunto recebo a mesma resposta, mas ainda continuo sem entender ___.”

a. porque – porque – porquê
b. por que – por que – por que
c. por quê – por quê – porquê
d. por que – porquê – por quê

10. As frases abaixo possuem algumas palavras em destaque. Se substituirmos estas palavras por alguns dos “porquês”, qual das frases terá o mesmo sentido desta: “Amanhã nós vamos ao médico porque você está muito doente.”?

a. A festa não aconteceu “já que” tínhamos prova no dia seguinte.
b. Acho que não entendo o “motivo” de ter que ir ao médico.
c. “Por qual motivo” você não veio ontem?
d. Não sei “por qual motivo” você está preocupada.

11. Assinale a alternativa que preenche a lacuna desta frase: “Cancelamos o churrasco ___ estava chovendo muito”.

a. porquê
b. por quê
c. porque
d. por que

12. Assinale a alternativa em que o “porque” (junto, sem acento) vem para indicar causa:

a. Fiquei feliz, porque estou melhor.
b. Não corra muito rápido, porque você pode cair.
c. Foi correndo para a escola porque tinha prova.
d. Ligue daqui cinco minutos, porque depois disso vou sair.

13. Sobre a forma “por que” (separado, sem acento), é correto afirmar que:

a. É inserida apenas no inicio da frase, sendo substituída pelas expressões “por qual razão”/“por qual motivo” (e variantes).
b. É inserida apenas no inicio da frase, podendo ser substituída tanto pelas expressões “por qual razão”/ “por qual motivo” (e variantes), quanto pelas expressões “pelo qual”/ “por qual” (e variantes).
c. Pode ser inserida no início ou no meio da frase, sendo substituída pelas expressões “por qual razão”/ “por qual motivo” (e variantes).
d. Pode ser inserida no inicio ou no meio da frase, podendo ser substituída tanto pelas expressões “por qual razão”/ “por qual motivo” (e variantes), quanto pelas expressões “pelo qual”/ “por qual” (e variantes).

14. Assinale a alternativa onde a forma “por que” (separado, sem acento) foi empregada corretamente:

a. Estava vendendo aquele casaco por que o odiava.
b. Você está aqui por que?
c. Queríamos saber se a prova por que passou era difícil.
d. Não tinha mais aquele objeto por que perdi.

15. Qual é a frase que está escrita corretamente?

a. Amanhã vamos ao parque porquê fará sol.
b. Ontem passei no banco, por que recebi.
c. Hoje vou descansar porque é feriado.
d. Mudei de canal por quê quis.

16. Não fui ao baile ___________ não sabia. Se soubesse teria ido ___________ gosto de festa. Como não me avisaram fui ao cinema, e todos sabem que fui ________ gosto.

a. porquê – por quê – porquê
b. porque – por que – porquê
c. porque – por quê – porquê
d. porquê – por que – porquê
e. porque – porque – porque

17. Ninguém conseguiu explicar o ___________ do seu sumiço, no entanto, se estavam juntos com ele, não sabiam _______________ ?

a. porquê – por quê
b. porque – por que
c. por que – porque
d. por quê – por quê
e. porque – porque

18. _____________ ninguém compareceu? Ninguém sabe o motivo_______________ ele não compareceu.

a. Porquê – por quê
b. Por que – por que
c. Por que – porque
d. Por quê – por quê
e. Porque – porque

***

GABARITO

1. b
2. a
3. d
4. a
5. a
6. a
7. c
8. c
9. d
10. a
11. c
12. c
13. a
14. d
15. c
16. e
17. a
18. b

Nenhum comentário:

Postar um comentário