terça-feira, 22 de junho de 2021

Desprezo


12ª Semana do Tempo Comum | Terça-feira
Primeira Leitura (Gn 13,2.5-18)
Responsório (Sl 14)
Evangelho (Mt 7,6.12-14)

Senhor, quem há de morar em vosso tabernáculo?
Quem habitará em vossa montanha santa?
[...]
O que tem por desprezível o malvado,
mas sabe honrar os que temem a Deus (Sl 14, 1. 4ab.)

Pena que nem sempre aprendemos a desprezar. Há quem esteja de tal maneira sobressocializado que acredite ser uma espécie de pecado não fazer coro a louvação que se dá a certas figuras mundanas, porém populares, que nada tem de admiráveis desde uma perspectiva cristã. Outros há que confundem desprezo com ódio e fazem da vida uma militância contra tais figuras, acabando por fim, vivendo em função delas.

O desprezo é uma forma de desdém, de indiferença. Que os idiotas estejam louvando o palhaço da semana é problema deles, há mais o que fazer. Devemos pois direcionar nossa admiração aqueles que temem a Deus, tanto mais se eles forem gente comum, que passa despercebida ante o teatro profano, e cuja nossa admiração possa se manifestar em auxílio concreto. O que, contudo, não exclui nossa admiração aqueles que já não estão entre nós e foram elevados a honra dos altares, que devem ter sua memória perpetuada entre os bons.

Nenhum comentário:

Postar um comentário