quarta-feira, 9 de março de 2022

Exercícios - Acentuação (I)



01) (CESPE / UnB / IBAMA / 2009) As palavras “amazônico” e “viúva” acentuam-se de acordo com a mesma regra de acentuação gráfica.

02) (CESPE / UnB / ADRAGRI / CE / 2009) Nas palavras “fitoterápico”, “líquido” e “álcool”, foi empregada a mesma regra de acentuação gráfica.

03) (CESPE / UnB / BB / ESCRITURÁRIO / 2009) As trocas simbólicas permitem a comunicação, geram relações sociais, mantêm ou interrompem essas relações...

O sinal de acentuação gráfica em “mantêm” marca o plural do verbo, que assim é acentuado para concordar com “trocas”.

04) (CESPE / UnB / MMA / MÉDIO / 2009) O emprego do acento agudo nos vocábulos país e aí justifica-se pela mesma regra de acentuação gráfica.

05) (CESPE / UnB / TRE / MA / ANALISTA / 2009) As palavras “Estágio”, “diária” e “após” são graficamente acentuadas devido à mesma regra.

06) (CESPE / UnB / TRE / MA / ANALISTA / 2009) O plural de “detém” grafa-se detem.

07) (CESPE / UnB / TRE / MA / ANALISTA / 2009) O país dispõe das melhores universidades do mundo, detém metade dos cientistas premiados com o Nobel e registra mais patentes do que todos os seus concorrentes diretos somados.

No termo “país”, o acento é obrigatório.

08) (CESPE / UNB / MRE / IRBr / 2009) As palavras “líderes”, “empréstimo”, “Econômico” e “públicas” recebem acento gráfico com base na mesma justificativa gramatical.

09) (CESPE / UnB / NECROTOMISTA / PB / 2009) Assinale a opção que apresenta palavras cuja acentuação não se explica pela mesma regra.

(A) Belém – Pará – até
(B) violência – própria – delinquência
(C) constituída – vândalos – subterfúgios
(D) protegê-los – vivê-las – estará
(E) cidadãos – situação – estarão

10) (CESPE / UNB / SEMAD / 2008) As palavras “inúmeras”, “críticas” e “científica” acentuam-se graficamente porque são paroxítonas terminadas em a, seguidas ou não de s.

11) (CESPE / UNB / PC / TO / 2008) A palavra “Ciência” é acentuada pelo mesmo motivo que a palavra “perícias”.

12) (CESPE / UNB / PGE / PA / 2007) As palavras “Tamuataí”, “Uruará” e “Guajará” são acentuadas de acordo com a mesma regra de acentuação gráfica.

13) (CESPE / UNB / TRT / 9ª R / 2007) As palavras “público”, “créditos”, “dióxido” e “domésticas” exigem acento gráfico com base na mesma regra gramatical.

14) (CESPE / UNB / TRE / AP / 2007) Os vocábulos a seguir são acentuados porque são palavras proparoxítonas: “números”, “créditos”, “públicas”, “elétrica” e “técnica”.

15) (CESPE / UNB / TRE / AP / 2007) No texto, são acentuados por serem paroxítonos terminados em ditongo os seguintes substantivos abstratos: “órgão”, “área”, “agrária”, “famílias” e “período”.

16) (CESPE / UNB / TRT / ANALISTA / 2008) Com referência à ortografia oficial e às regras de acentuação de palavras, assinale a opção incorreta.

(A) Os vocábulos lágrima e Gênesis seguem a mesma regra de acentuação.
(B) As palavras oásis e lápis são acentuadas pelo mesmo motivo.
(C) A grafia correta do verbo correspondente a ressurreição é ressucitar.
(D) Apesar de a grafia correta do verbo poetizar exigir o emprego da letra “z”, o feminino de poeta é grafado com s.
(E) O vocábulo traz corresponde apenas a uma das formas do verbo trazer; a forma trás é empregada na indicação de lugar.

17) (CESPE / UNB / MPE / AM / 2008) Diferentes regras de acentuação justificam o emprego de acento gráfico em “princípios” e “fenômenos”.

18) (CESPE / UNB / MPE / AM / 2008) A palavra “circuito” aparece sem acento no texto, mas sua forma com acento no segundo i (circuíto) também é correta.

19) (CESPE / UNB / SEBRAE / 2008) Em “reúne”, o sinal gráfico marca a ocorrência da vogal como sílaba tônica, separada da vogal anterior; mas palavras da mesma família, como reunião e reunir, não precisam de acento gráfico, pois, nestes casos, a vogal u não ocorre como sílaba tônica.

20) (CESPE / UNB / SEBRAE / 2008) Estas indagações, possivelmente existentes desde que o homem começou a pensar, têm ocupado o tempo e o esforço de elaboração dos filósofos ao longo dos séculos.

A forma verbal “têm” é acentuada porque concorda com “Estas indagações”.

21) (CESPE / UNB / ABIN / 2008) As palavras “última”, “década” e “islâmica” recebem acento gráfico com base em regras gramaticais diferentes.

22) (CESPE / UNB / GDF / 2008) Nas palavras “histórico”, “pedagógica” e “didático”, foi empregada a mesma regra de acentuação gráfica.

23) (CESPE / UNB / CBMDF / Médico / 2007) Os termos “competência”, “círculo”, “mínimo” e “máximo” acentuamse graficamente porque terminam em vogal átona.

24) (CESPE / UNB / DIPLOMATA / 2007) O emprego de acento gráfico na forma verbal “crêem” atende à mesma regra que determina a acentuação gráfica das seguintes formas verbais flexionadas no plural: têm, vêem, vêm e dêem.

25) (CESPE / UNB / INCA / MÉDIO / 2010) As palavras “Único”, “críticas” e “público” recebem acento gráfico porque têm sílaba tônica na antepenúltima sílaba.

26) (CESPE / UNB / TRE / BA / SUPERIOR / 2010) Nas palavras “referência” e “espécie”, o emprego do acento atende à mesma regra de acentuação gráfica.

27) (CESPE / UNB / SAD / PE / SUPERIOR / 2010) As palavras “pública” e “órgãos” são acentuadas de acordo com a mesma regra de acentuação gráfica.

28) (CESPE / UNB / MINISTÉRIO DA SAÚDE / SUPERIOR / 2010) Em última análise: isso quer dizer que há um descompasso entre as decisões pessoais, as funções desempenhadas (profissões, papéis) e os fins últimos perseguidos.

O uso do acento agudo em “análise” é obrigatório para distinguir esse substantivo do possível uso da flexão do verbo analisar, analise, nessa estrutura sintática.

29) (CESPE / UNB / PMV / 2007) Em “a ciência pôde finalmente observar”, o acento, no verbo poder, é utilizado para se diferenciar o tempo passado desse verbo do tempo presente.

30) (CESPE / UNB / IEMA / MÉDIO / 2007) As palavras “política”, “América”, “intérpretes” são acentuadas de acordo com a mesma regra de acentuação.

●●●●●●● ■ ■ ■ ●●●●●●● 

GABARITO

1) E
2) C
3) C
4) C
5) E
6) E
7) C
8) C
9) C
10) E
11) C
12) E
13) C
14) C
15) E
16) C
17) C
18) E
19) C
20) C
21) E
22) C
23) E
24) E
25) C
26) C
27) E
28) E
29) C
30) C

Nenhum comentário:

Postar um comentário