sexta-feira, 29 de abril de 2022

Habitar na casa do Senhor e contemplar o seu santuário


2ª Semana da Páscoa | Sexta-feira
Primeira Leitura (At 5,34-42)
Responsório (Sl 26)
Evangelho (Jo 6,1-15)

<Uma só coisa peço ao Senhor e peço incessantemente: é habitar na casa do Senhor todos os dias de minha vida,  para admirar aí a beleza do Senhor e contemplar o seu santuário. (Sl 26,4)>

A liturgia da palavra é como se fosse um grande sumário: diariamente lemos trechos da Sagrada Escritura e meditamos brevemente a respeito da vida dos santos. Mas, aqueles que podem, deviam ir mais além: além dos trechos litúrgicos selecionados, escolhendo um dos livros da Bíblia e meditando-o do início ao fim; além das breves hagiografias e panegíricos de pouco mais que três parágrafos, procurando um relato mais denso da vida de algum santo de nossa devoção, e - quando possível - a fonte primária, seus próprios escritos.

Pelo Batismo, passamos a habitar - como filhos adotivos - o Santuário do Senhor, a casa do Pai. Não é próprio das crianças "fuçar" na casa, investigar cada cômodo? Pois o universo da Igreja é tão amplo, uma obra do arquiteto divino, que vem sendo edificada a mais de dois mil anos. Há tanta coisa para vermos, é bom que sejamos curiosos como as crianças ao invés de visitas temerosas que não saem da sala de estar se alguém não nos disse o contrário. Somos, pois, filhos e amigos e não mais simples servos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário